notícias
16/05

422 TRABALHOS EM DISPUTA

noticia-422-trabalhos-em-disputa

A edição 2017 do Prêmio MPT de Jornalismo contou com 422 trabalhos inscritos, de veículos e profissionais de imprensa das cinco regiões do país. Foram 37 concorrentes a mais que os 385 do ano anterior, o que atesta o prestígio da maior premiação dedicada ao combate de irregularidades trabalhistas.

Na próxima etapa, nos meses de junho e julho, eles competem na Fase Regional. Nela, profissionais do Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul disputarão, entre os adversários de sua região, o prêmio de R$ 5 mil em cada uma das oito categorias.

A avaliação será realizada por jornalistas com experiência em diferentes mídias, convidados para compor o júri junto com procuradores e outros membros do Ministério Público do Trabalho. Os trabalhos serão avaliados conforme critérios de melhor adequação e atendimento ao disposto no concurso: aqueles que melhor demonstrem violação das normas constitucionais e trabalhistas vigentes e a investigação e denúncia de injustiças contra os trabalhadores, alcançando divulgações de ações positivas no combate às fraudes nas relações de trabalho, ao trabalho escravo, ao trabalho infantil, à discriminação, ao meio ambiente do trabalho, à liberdade sindical, ao trabalho portuário e aquaviário e às irregularidades trabalhistas na administração pública.

Em seguida, na fase nacional, os vencedores regionais enfrentam os melhores de cada região. Todos eles serão conhecidos na cerimônia de premiação que acontecerá em agosto, em Brasília. Acompanhe outras novidades do Prêmio MPT de Jornalismo neste site e na página oficial no Facebook: www.facebook.com/premiomptdejornalismo