notícias
23/02

Como funciona a fase regional do Prêmio

post-7

O Prêmio MPT de Jornalismo é dividido em duas etapas: regional e nacional. Na  primeira fase, durante o mês de junho, serão julgados todos os trabalhos inscritos. Profissionais das regiões Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul disputarão entre os concorrentes de sua região, o prêmio de R$ 5 mil em cada uma das oito categorias.

O julgamento será realizado por assessores de comunicação do MPT,  jornalistas convidados e procuradores do Trabalho. Para valorizar a imparcialidade do concurso, as avaliações serão cruzadas. Por exemplo: os jurados da região Nordeste avaliarão os trabalhos originários da região Norte. Os da região Norte julgarão os da região Centro-Oeste; da região Centro-Oeste os da região Sul; da região Sudeste os da região Nordeste, e da região Sul os da região Sudeste.

Os trabalhos serão avaliados conforme critérios de melhor adequação e atendimento ao disposto no regulamento do concurso, que retratem o dia a dia do trabalhador e melhor demonstrem a violação das normas constitucionais e trabalhistas vigentes, como a investigação e a denúncia de injustiças contra os trabalhadores, que alcançaram divulgação de ações positivas no combate às fraudes nas relações de trabalho; ao trabalho escravo; ao trabalho infantil; à discriminação; ao meio ambiente do trabalho; à liberdade sindical; ao trabalho portuário e aquaviário e às irregularidades trabalhistas na administração pública.

Em seguida, na fase nacional, os vencedores regionais enfrentam os melhores de cada região. Todos eles serão conhecidos na cerimônia de premiação, que acontecerá em  agosto em Brasília. Acompanhe outras novidades do Prêmio MPT de Jornalismo neste site e na página oficial no Facebook: https://www.facebook.com/premiomptdejornalismo/