O prêmio

Criado em 2014 pelo Ministério Público do Trabalho, o Prêmio MPT de Jornalismo já reconheceu mais de duas mil reportagens publicadas em jornais impressos, televisão, rádio, internet e universidades de todo o país. A cada ano, o concurso amplia o alcance de denúncias de veículos regionais, fazendo com que diferentes mídias confluam dedicando-se a informar a sociedade sobre a proteção de seus direitos diante de ilegalidades, como o trabalho escravo, o trabalho infantil, a discriminação, as fraudes, as práticas antissindicais e o desrespeito à saúde do trabalhador e à segurança no trabalho.

Dessa forma, a premiação tornou-se valiosa para o Ministério Público do Trabalho em sua missão de defender a ordem jurídica, o regime democrático e os interesses coletivos e individuais homogêneos no âmbito das relações de trabalho. Ao mesmo tempo o Prêmio estimula repórteres, cinegrafistas, fotógrafos, estudantes e editores interessados em mostrar as injustiças que afetam os trabalhadores, contribuindo, assim, para o amadurecimento da sociedade brasileira.

Os recursos financeiros vêm do acordo judicial na ação civil pública nº 1.040/2012, da 11ª Vara do Trabalho de Recife. Por meio dela, a atuação do Ministério Público do Trabalho ajudou a corrigir sérias fraudes trabalhistas cometidas por empresa multinacional.