notícias
19/06

PRÊMIO ESPECIAL MPT DE JORNALISMO

Prêmio

O momento mais esperado da cerimônia de premiação é a divulgação do Prêmio Especial MPT de Jornalismo. Mais importante do concurso, ele concede R$ 45 mil ao trabalho de maior criatividade, coerência editorial e excelência na apuração, em qualquer um dos temas válidos no concurso: fraudes nas relações de trabalho; trabalho escravo contemporâneo; trabalho infantil; discriminação de gênero, cor e pessoas com deficiência; meio ambiente do trabalho; promoção da liberdade sindical; trabalho portuário e aquaviário; e irregularidades trabalhistas na administração pública.

Ele é conferido à melhor reportagem entre todas as vencedoras nacionais. Dessa forma, podem levar o prêmio especial concorrentes das categorias: jornal impresso, revista impressa, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo, fotojornalismo, universitário ou repórter cinematográfico. Caberá à comissão julgadora composta por membros e procuradores do Ministério Público do Trabalho e jornalistas convidados definir a ganhadora.

Em 2016, a escolhida foi A caixa-preta dos sindicatos, assinada pelas jornalistas Mikaella Campos e Vilmara Fernandes. Elas mostraram por meio de infográficos, vídeos, relatórios e depoimentos, casos de corrupção, fraudes e desvio de dinheiro nessas organizações que deveriam defender os direitos dos trabalhadores. A arrecadação milionária com o imposto sindical no Espírito Santo transformou muitas dessas instituições e a vida dos seus dirigentes, alguns deles estão há quase 30 anos no poder. A reportagem foi publicada no site Gazeta Online.

Acompanhe este site para outras informações e siga também as novidades na página do prêmio no Facebook: facebook.com/premiomptdejornalismo.